“The Lonely Island” vem do SNL, sabia?

5 04 2011

O Saturday Night Live é um programa de humor da tv americana que acontece já faz 36 anos, todo sábado a noite ao vivo.

O bacana do programa é que sempre tem um ator convidado especial e uma banda convidada especial também, todo show. E geralmente é gente grande e importante e relevante.

Muita gente fodona saiu do programa como o John Belushi, só pra citar meu favorito de todos os tempos.

Uma das coisas mais bacanas do SNL dos últimos anos são os curtas produzidos pelos caras do “The Lonely Island” que é um trio com o Andy Samberg no comando (aliás, Andy é o meu ator preferido dessa mais recente leva do SNL).

O que eles fazem: curtas em HD, sem grana quase, com os convidados do SNL. Ele s estouraram com o ótimo “Dick In A Box”, com o Justin Timberlake. Ganharam prêmios e tudo. Só pra lembrar:

Depois disso, ou por isso, Lorne Michaels, o chefão/cabeça do SNL foi dando mais liberdade e espaço pros caras e de lá saíram coisas ótimas, sempre com muita baixaria, piadas com pinto pequeno, ejaculação precoce e coisas do tipo. Uma delícia:

O Julian Casablancas dos Strokes fez um dos filmes:

A Natalie Portman no rap é muito bom também:

Aqui tem a Rihanna e um dos personagens lindos do Samberg, o Shy Ronnie:

Agora o The Lonely Island vai lançar um disco e esse é o primeiro clipe deles:

Veremos o que vem pela frente!

Anúncios




Eu vos apresento “Deathcrush”!

1 04 2011

Alexis Krauss, minha amiga vocalista do Sleigh Bells (tá, não é minha amiga) disse que a banda que ela tem mais ouvido ultimamente é a norueguesa Deathcrush que ela conheceu abrindo um show dos americanos e depois disso convidou o time nórdico pra excursionar com eles o resto da tour européia.

DEATHCRUSH

Fui atrás e ouvi um som que poderia ser uma dessas bandas de witch house fazendo doom metal.

Mais ou menos isso.

Ouça as faixas abaixo e me diga se não são demais!

(Ah, essas suas duas primeiras músicas foram gravadas no estúdio dos caras do Turbonegro, o que já é bem bom, né)

Lesson #1 (For Snoop Dogg)

Lesson #2 (for Cliff Burton)





“The XX” e seu irmão gêmeo transatlântico “Tyler, The Creator”.

28 03 2011

Eu sempre que penso em The XX tento arrumar uma definição para o som deles: um indie rock com aquelas bases estranhas eletrônicas me tiram do sério.

Daí ouvindo Tyler, The Creator, um cara que vem do outro lado do mundo, fazendo hip hop com as mesmas bases eletrônicas pesadas e graves e de deixar com medo? Como assim?

Nada mais díspare do que o indie inglês e o hip hop de Los Angeles, mas ambos artistas com a mesma faixa etária e provavelmente com o mesmo background de alguma forma. Eu ouço um e penso no outro hoje em dia, imaginando Tyler cantando em cima das bases do The XX.

Não por nada, os caras hoje em dia são da mesma gravadora, a XL Recordings.

E não por nada 2, Jamie XX lançou um dos álbuns do ano pela mesma XL Recordings, o fantástico “We’re New Here”, onde ele “recria” o ótimo “I’m New Here” de 2010 do spoken artist americano Gil Scott-Heron e nesse caso a comparação com Tyler fica mais evidente ainda.

Não sei se é muita viagem minha, mas eu acho que é tudo farinha do mesmo saco e nesse caso, o saco mais interessante da música que vem sendo feita ultimamente.

Aguardo ansiosamente o disco novo do Tyler, The Creator que vai se chamar “Goblin” e deve sair dia 10 de maio com essa capa meio medo:





E o show do Duran Duran foi lindo demais.

24 03 2011

Ontem a noite, as 23h horário local, começou o show do Duran Duran, dirigido pelo David Lynch, no projeto Unstaged, do American Express no youtube.

Eu sou muito fã do Duran Duran desde sempre, banda da minha adolescência, já vi muito show deles, já viajei só pra ver show deles. E mais uma vez os caras não decepcionaram.

Eles tocaram num lugar pequeno, pra muito pouca gente e a minha vontade de estar lá só aumentava a medida que o show ia acontecendo.

De novo, eles intercalavam músicas novas e hits eternos.

E dessa vez eles tinham convidados especialíssimos:

Beth Ditto, do Gossip, cantando “Notorious”

Kelis, cantando “Come Undone”

Mark Ronson, o produtor do mais recente álbum da banda, e que Simon Le Bon fazia questão de deixar claro que ele era o quinto Duran Duran.

"Hungry Like The Wolf"

Muita música boa, banda afinadíssima e os caras, velhinhos que estão, ainda dão um caldaço.

"Reach Out For The Sunrise"

Ter David Lynch dirigindo foi o toque de mestre.

O diretor doidão que todos nós amamos muito sobrepunha imagens, cortava alucinadamente e ainda tinha 2 câmeras extras pra gente escolher e assistir de outros ângulos, sendo uma com uma lente olho de peixe alucinante.

Você podia logar na página do show via twitter ou facebook e fazendo isso ganhava de brinde uma música dos caras pra download.

Que venham mais shows Unstaged!

"A View To A Kill" refeita por Mark Ronson, ficou linda.

E que o Duran Duran volte logo ao Brasil.

Valeu AMEX!

"DD, the band designed to make you party!"





George Michael e New Order.

21 03 2011

O rei do botox (eu acho, cadê as rugas?) George Michael, fez uma versão meio bizarra de “True Faith” do New Order toda em vocoder, com um clipe estranho também, que lembra de longe o da música original.

O clipe de 1989 foi baseado num ballet da Bauhaus, bem bizarrinho já.

Ou, como recriar um clipe depois de muita fumaça ingerida.

“True Faith”, George Michael, 2011.

 

“True Faith”, New Order, 1989.





David Lynch em parceria criativa com Duran Duran.

15 03 2011

Você nunca sabe o que pode sair da cabeça do artista multimídia David Lynch. Agora, imagine o cara trabalhando junto com a banda new-wave-futurista-fashionista Duran Duran.

Thank God, é isso mesmo que vai acontecer: o cineasta vai dirigir o primeiro show da turnê 2011 da banda inglesa. Tudo isso coincide com o lançamento do 13° álbum de estúdio deles, “All you need is Now” e com a estréia do segundo ano do projeto “Unstaged”, da American Express.

Uma parceria mais do que inusitada. “A ideia é tentar criar no improviso, [com] camadas de imagens sobrepondo o Duran Duran no palco. Um mundo de experimentações e, espero, alguns acidentes felizes”, declarou Lynch, no comunicado oficial.

Aqui fica um teaser do que a apresentação pode ser. Já dá pra sentir o clima onírico e misterioso, típico de David Lynch:

O Show acontecerá no Mayan Theatre, Los Angeles, dia 23 de março, quarta-feira e será transmitido por streaming ao vivo às 23h (horário de Brasília) pelo canal da Vevo do Duran Duran.

O show do Duran Duran é o quarto de uma série de performances do “Unstaged”, que foi lançado no verão do ano passado com os concertos de Arcade Fire, John Legend & The Roots e Sugarland.

Você pode conferir na íntegra o show do Arcade Fire, dirigido por Terry Gilliam (diretor de “O Mundo Imaginário de Dr. Parnassus” e membro do Monty Python), aqui:

“Unstaged: An Original Series from American Express” é uma plataforma inovadora, que sem dúvida nenhuma vai se transformar na maneira mais criativa de distribuir o trabalho dos artistas para fãs do mundo todo.

Agora é roer as unhas e esperar pelo grande dia.

Post escrito pela Dani Andreucci.

N.E. – com esse, começamos aqui no blog com as nossas colaborações especias, com a honra de ter Dani Andreucci inaugurando.





Notícia do ano (2) do dia: o disco novo dos Beastie Boys!

14 03 2011

É muita felicidade num dia só!

No tumblr dos Beastie Boys, que eles usam como site principal, Adam Yauch escreveu isso: “Since the dawn of time, and perhaps even before, there was a silent order who were tasked with a mission. They held their secret tightly. On may 3rd the HOT SAUCE COMMITTEE PART TWO will be unleashed on the general public. Hold fast ye heathens.”

Isso quer dizer que o novo disco dos caras vai ser lançado dia 3 de maio!

Hell Yeah!

E aqui está a capa do afamado, que eles também postaram por lá:

Mal posso esperar!

E vossa senhoria, o que me diz?