“The Wilhelm Scream” não é só a música do James Blake.

26 04 2011

“The Wilhelm Scream” é uma das músicas mais lindas do James Blake, certo?

Lendo o Coilhouse descobri que o “The Wilhelm Scream” tem uma origem meio bizarra: é o nome de um efeito especial de grito (scream) muito usado no cinema criado em 1951 mas que ficou “famoso” quando usado em filmes como “Guerra Nas Estrelas” e “Indiana Jones”.

Aqui uma edição ótima de vários Wilhelm screams.

Anúncios




“The XX” e seu irmão gêmeo transatlântico “Tyler, The Creator”.

28 03 2011

Eu sempre que penso em The XX tento arrumar uma definição para o som deles: um indie rock com aquelas bases estranhas eletrônicas me tiram do sério.

Daí ouvindo Tyler, The Creator, um cara que vem do outro lado do mundo, fazendo hip hop com as mesmas bases eletrônicas pesadas e graves e de deixar com medo? Como assim?

Nada mais díspare do que o indie inglês e o hip hop de Los Angeles, mas ambos artistas com a mesma faixa etária e provavelmente com o mesmo background de alguma forma. Eu ouço um e penso no outro hoje em dia, imaginando Tyler cantando em cima das bases do The XX.

Não por nada, os caras hoje em dia são da mesma gravadora, a XL Recordings.

E não por nada 2, Jamie XX lançou um dos álbuns do ano pela mesma XL Recordings, o fantástico “We’re New Here”, onde ele “recria” o ótimo “I’m New Here” de 2010 do spoken artist americano Gil Scott-Heron e nesse caso a comparação com Tyler fica mais evidente ainda.

Não sei se é muita viagem minha, mas eu acho que é tudo farinha do mesmo saco e nesse caso, o saco mais interessante da música que vem sendo feita ultimamente.

Aguardo ansiosamente o disco novo do Tyler, The Creator que vai se chamar “Goblin” e deve sair dia 10 de maio com essa capa meio medo:





O clipe de “Will Do”, nova do Tv On The Radio.

22 03 2011

O amor e a realidade virtual. Sem mais:





George Michael e New Order.

21 03 2011

O rei do botox (eu acho, cadê as rugas?) George Michael, fez uma versão meio bizarra de “True Faith” do New Order toda em vocoder, com um clipe estranho também, que lembra de longe o da música original.

O clipe de 1989 foi baseado num ballet da Bauhaus, bem bizarrinho já.

Ou, como recriar um clipe depois de muita fumaça ingerida.

“True Faith”, George Michael, 2011.

 

“True Faith”, New Order, 1989.





R.E.M. e seu clipe dançante, uma equação.

11 03 2011

O R.E.M. tá com trabalho novo na praça, o ótimo “Colapse Into Now”.

Infelizmente eles dizem que não sairão em turnê. E por isso estão com um projeto de fazerem um clipe para cada música do álbum, sempre com diretores diferentes, numa pegada bem artsy.

Pra essa “Uberlin” eles chamaram Sam Taylor-Wood, diretora de “O Garoto de Liverpool”, casada com Aaron Johnson, astro do filme e do vídeo.

Mas o que eu quero falar de verdade é que esse clipe parece um mashup pra mim de outros dois clipes:

 

+


=